Quarta-feira, 3 de Agosto de 2005
Política
Algures em 1992, deixei de fumar.
Algures nesse mesmo ano autoexcluí-me dos queixumes face à política.
Numa noite ainda de cigarros, de conjunto musical, cervejas ao ar livre, alguns dos meus primos propuseram-me como candidato. A proposta não passou daquela mesa. Ou melhor, passou. Passou para três mesas ao lado, quando retornei à procedência e disse ao ouvido da mulher o que tinha sido a chamada.
Ninguém no imenso grupo soube da conversa. Ninguém mais soube de tal, até agora, que todos vós ficais ao corrente, a não ser outra mulher, em circunstâncias muito especiais.
Dita a coisa assim, parece que se tratou de uma conversa entre primos e de uma brincadeira qualquer. Não foi isso.
A verdade é que, tendo eu aceite a tarefa, muito provavelmente teria ganho.
Com essa decisão, aparentemente excluí-me da crítica política.
E digo aparentemente porque ainda não percebi muito bem a relação entre um acto qualquer que seja e todos os acontecimentos posteriores.
Nesse ano deixei de fumar. Até que em 1997 decidi voltar a fazê-lo, uma tardinha.
Há quase um mês voltei a pôr os cigarros de lado. Não faço a menor ideia das consequências que isso trará. Apenas sei que não me custou muito tomar a decisão nem a pô-la em prática.
Entretanto, continuo a subscrever-me.

Ponho-me a pensar que os recém-não-fumadores (ou recém-não-qualquer-coisa) costumam ser os mais fundamentalistas que há.
Eu se de alguma coisa sou fundamentalista é com toda a certeza do anti-defensorismo acérrimo. Defensores acérrimos, fundamentalistas de todos os tipos, tremei!


por MCV às 18:59
endereço

4 comentários:
De Anónimo a 5 de Agosto de 2005 às 01:39
Ok. Enchendo as malas... :)
Manuel
</a>
(mailto:gasolim@hotmail.com)


De Anónimo a 4 de Agosto de 2005 às 23:25
De fato, estarei por aí entre 27 e 31 próximos para pegar as malas recheadas de euros. :) Até.Ordisi Raluz
(http://ordisiraluz.zip.net)
(mailto:ordisi@uol.com.br)


De Anónimo a 4 de Agosto de 2005 às 18:50
Sim, o único fundamentalismo aceite e propagado é o da seita Ordística :) AbraçoManuel
</a>
(mailto:gasolim@hotmail.com)


De Anónimo a 4 de Agosto de 2005 às 01:44
Deixar de fumar faz bem, eu que o diga. Fundamentalismo faz mal. Tens meu apoio incondicional, pois. Abrs.OrdisiRaluz
(http://ordisiraluz.zip.net)
(mailto:ordisi@uol.com.br)


Comentar post

ANO XV


EDITORIAL
. Posts recentes

15 minutos

Das festas em 2017

14 anos se passaram

Mora, 2017

Serra de Grândola, 201...

Sim, Senhora Ministra<...

Vale do Peso, 2017

Portimão, 1989...

Estação C.F. do Entron...

Homicídio

. Arquivos
. Links