Terça-feira, 1 de Março de 2005
Frio
Foi de rijeza a noite passada. Foi.
Mas aqui onde me encontro, com uma história de observações limitada a pouco mais de dois anos, não foi nada que se comparasse à madrugada de 15 de Janeiro de 2003.
Na manhã que se seguiu, já o sol ia alto, ainda havia gelo nos vidros dos carros.
Nada disso se viu hoje.
E essa não foi a única ocasião em que isso aconteceu por estas bandas, em sentido mais lato. Outras houve.


por MCV às 21:19
endereço

2 comentários:
De Anónimo a 2 de Março de 2005 às 19:49
Pois, estas coisas variam sempre de local para local. Mas aqui para os lados de Lisboa e arredores, tenho recordações de frio mais intenso. A presença ou a ausência de gelo é um sinal disso.
Um abraçoManuel
</a>
(mailto:gasolim@hotmail.com)


De Anónimo a 2 de Março de 2005 às 14:06
Ontem de manhã (10:00h) apanhei um grau centígrado na Ericeira. Não me lembro de ter apanhado tanto frio nesta terra...Bekx
(http://www.ejetamos.blogspot.com)
(mailto:ejetamos@netcabo.pt)


Comentar post

ANO XV


EDITORIAL
. Posts recentes

Portugal, 2012

Lisboa, 2017

Sintra, 2016

E.N. 263, 2011

Póvoa de Varzim, ...

Portugal, 2008

Um caso clássi...

Memorandum

Portugal, 2006

Vila Franca de Xira, 2...

. Arquivos
. Links