Domingo, 20 de Fevereiro de 2005
Estas cadeiras
Este recanto
Onde me sentava junto ao fogo
E ficava a ouvir os seus estalidos e o que me ensinava sobre coisa nenhuma
Para além de combustões das quais ele próprio nada sabia



Às cadeiras ainda as tenho
Do recanto alheado, nada sei


por MCV às 16:00
endereço

2 comentários:
De Anónimo a 20 de Fevereiro de 2005 às 17:03
Obrigado. Um abraço
Manuel
</a>
(mailto:gasolim@hotmail.com)


De Anónimo a 20 de Fevereiro de 2005 às 16:15
Das melhores coisas que li nos últimos tempos.Santos Passos
(http://santospassos.blogspot.com)
(mailto:santos.passos@uol.com.br)


Comentar post

ANO XV


EDITORIAL
. Posts recentes

Portugal, 2012

Lisboa, 2017

Sintra, 2016

E.N. 263, 2011

Póvoa de Varzim, ...

Portugal, 2008

Um caso clássi...

Memorandum

Portugal, 2006

Vila Franca de Xira, 2...

. Arquivos
. Links