Segunda-feira, 3 de Janeiro de 2005
Adenda a um post anterior
Não sei o que me atrai nas bombas de gasolina.
A 19 de Julho p.p. , escrevi assim:

"A primeira foto desta saga tem cerca de 32 anos. É a minha primeira experiência fotográfica e retrata um posto de combustível de que muitos poucos se recordarão. Ficava mais ou menos onde hoje está o muro de suporte do parque de estacionamento do Continente da Amadora, ali onde se cruzavam então a E.N. 117 e a E.N. 249-1 e era da Shell.
A última é a do post anterior. Na área de serviço de Aljustrel. 32 anos depois, no começo e no final de duas viagens para sul
."

Aqui está a foto do pecado quase original. Na realidade, a foto da direita já não é a que se refere o texto. É do mesmo local, dias depois.



por MCV às 23:19
endereço

1 comentário:
De Anónimo a 4 de Janeiro de 2005 às 00:33
:)...
</a>
(mailto:....@....)


Comentar post

ANO XIV


EDITORIAL
. Posts recentes

Isto de carnav...

Nem Sines nem Loulé

Olho de Boi, 2...

Lisboa, 2012

Mourão, 2013

A cadela que pariu qua...

Lisboa, 2010

Sines, 2011

Estação C.F. de Queluz...

Lisboa, 2008

. Arquivos
. Links