Terça-feira, 28 de Dezembro de 2004
O Mar
Dizem que desta terra co as possantes
Ondas o mar, entrando, dividiu
A nobre ilha Samatra, que já d'antes
Juntas ambas a gente antiga viu.
Quersoneso foi dita; e das prestantes
Veias d'ouro que a terra produziu,
Áurea por epiteto lhe ajuntaram;
Alguns que fosse Ofir imaginaram.


Luís Vaz de Camões, Lusíadas, X:124


por MCV às 14:02
endereço

1 comentário:
De Anónimo a 2 de Janeiro de 2005 às 21:50
Samatra corrompido pelos Ingleses em Sumatra, depois aparolado pelos Portugueses em "Sâmatra"! Julgo que é este o percurso.Peliteiro
(http://trenguices.blogspot.com)
(mailto:jorge-peliteiro@sapo.pt)


Comentar post

ANO XIV


EDITORIAL
. Posts recentes

Mais um para a conta

Estação C.F. de Lisboa...

Vila Nova de Milfontes...

Vila Viçosa, 1989

Portugal, 2015

Estação C.F. da Funche...

Azenhas do Mar, 2008

Estação C.F. da Cruz Q...

Águas Livres, 2006

Setúbal, 2006

. Arquivos
. Links