Segunda-feira, 22 de Novembro de 2004
Borda d'Água
Comprei hoje o Almanaque Borda d'Água. Não sei quantas vezes o terei feito. Poucas, decerto. Algumas delas nos velhos serões da Cervejaria Trindade. Há muitos séculos.
Pois o Reportório útil a toda a gente foi durante muitos anos, ainda antes dos tais séculos, uma longínqua referência que eu ouvia de velhos e que associava a uma espécie de oráculo que circulasse pelos caminhos do Alentejo, debitando sentenças sobre ventos, águas, sementes e calmarias. Mas não era isso.
De todos os dados dele constantes, o que sempre me fez espécie foi a antecipação das ditas calmarias, do fresco, do limpo, do tempo revolto, da chuva.
Confesso que nunca aferi tais premonições. Aferi outras, mais talhadas pelo atavismo, que estas não sei se o são.
Ouvi ditos sobre semanas de nortada, dias de levante, geadas e águas. Moles e rijas.
De quase todos se adivinha uma certa capacidade para se alinharem com a estatística. Mesmo quando ainda se percebem erros de palmatória, talvez amplificados pela reprodução oral.
Mas esta certeza a um ano ou mais de vista, tem que se lhe diga.
Em 2005, vou estar atento.
O eclipse de 3 de Outubro, esse sim, conto caçá-lo lá para Trás-os-Montes.


por MCV às 21:35
endereço

2 comentários:
De Anónimo a 24 de Novembro de 2004 às 18:18
Pois comprei-o com aquela curiosidade de quem compra qualquer agenda ou almanaque. A única surpresa é que mudou de mãos e o Juízo do Ano já mete opinião política.
Quanto ao resto é apenas a nota de uma publicação manter aspecto e conteúdo inalteráveis por décadas e décadas, numa altura em que tudo muda tão depressa.
Um abraço
Manuel
</a>
(mailto:gasolim@hotmail.com)


De Anónimo a 23 de Novembro de 2004 às 22:10
E para além das informações lunares, continua a servir para alguma coisa o Borda d'água? Eu conheço quem o compre e digo-o no ascensão da palavra 'religiosamente'.
Um abraço
G.GatodeLisboa
</a>
(mailto:gatodelx@hotmail.com)


Comentar post

ANO XIV


EDITORIAL
. Posts recentes

A transitar, em 2016

Memória telúrica

Portugal, 2013...

Vila Nova de Milfontes...

E.N. 268, 1988

Lisboa, 2007

Tudo a zeros

E.N. 3-13, 2013

Sintra, 2012

E.N. 10, 2007

. Arquivos
. Links