Quinta-feira, 21 de Outubro de 2004
Verde, código, verde
Ao ritmo a que as coisas hoje esquecem, é já uma relíquia esta oração de verbo subentendido.



por MCV às 20:58
endereço

ANO XV


EDITORIAL
. Posts recentes

Portugal, 2008

Um caso clássi...

Memorandum

Portugal, 2006

Vila Franca de Xira, 2...

Portagem, 2011

Foz Tua, 2016

Portugal, 2017

E.N. 246-1, 2011

Apúlia, 2017

. Arquivos
. Links