Quarta-feira, 13 de Outubro de 2004
O estranho caso da taxa Tavares
Mostrei-lhe a fracção do bloco de estampilhas fiscais que acabara de comprar.
Aplicou a vista e distinguiu a inscrição na moldura.
À minha pergunta capciosa e oportunista, respondeu com um "Es-tú-pido*!" dito a correr.
Agradeci a disponibilidade e a ironia do tipógrafo, que nunca terá imaginado que uma coincidência de nomes poderia dar pano para mangas. Mesmo sem saber se haveria por trás da singela inscrição mais do que uma inofensiva brincadeira.



* se repararem bem, e como já aqui de resto referi, as duas últimas sílabas são ditas de uma vez.

imagem adaptada a partir daqui


por MCV às 18:31
endereço

ANO XIV


EDITORIAL
. Posts recentes

A transitar, em 2016

Memória telúrica

Portugal, 2013...

Vila Nova de Milfontes...

E.N. 268, 1988

Lisboa, 2007

Tudo a zeros

E.N. 3-13, 2013

Sintra, 2012

E.N. 10, 2007

. Arquivos
. Links