Quinta-feira, 30 de Setembro de 2004
Continuo a não perceber


Eu sei que ando azedo. Mas há coisas tão recorrentes e tão irritantes, que não há como não me recordar deste post


por MCV às 18:21
endereço

ANO XIV


EDITORIAL
. Posts recentes

H Gasolim Ultramarino<...

Isto de carnav...

Nem Sines nem Loulé

Olho de Boi, 2...

Lisboa, 2012

Mourão, 2013

A cadela que pariu qua...

Lisboa, 2010

Sines, 2011

Estação C.F. de Queluz...

. Arquivos
. Links