Sábado, 17 de Julho de 2004
Memória do caminho do (Paraí)so



por MCV às 02:45
endereço

2 comentários:
De Anónimo a 21 de Julho de 2004 às 00:07
Que monumentais cozidos de grão não se terão deglutido sob este magnífico telhado de quatro águas? Que litros e litros de formosas pomadas não terão escorrido por uma imensidão de goelas?
Para além da desertificação a sonegação do prazer!!!
Isidoro de Machede
</a>
(mailto:alentejanando@netvisao.pt)


De Anónimo a 19 de Julho de 2004 às 21:13
A desertificação provocada por um "progresso" cego que visa apenas o lucro de poucos e o sacrificio de muitos, conduz inexoravelmente a imagens como essa. É um retrato falado, que nem precisa de palavras.
Um abraçoLetrasAoAcaso
(http://LetrasAoAcaso.weblog.com.pt)
(mailto:manintherisingsun@hotmail.com)


Comentar post

ANO XIV


EDITORIAL
. Posts recentes

Mais um para a conta

Estação C.F. de Lisboa...

Vila Nova de Milfontes...

Vila Viçosa, 1989

Portugal, 2015

Estação C.F. da Funche...

Azenhas do Mar, 2008

Estação C.F. da Cruz Q...

Águas Livres, 2006

Setúbal, 2006

. Arquivos
. Links