Domingo, 4 de Julho de 2004
Hoje não te safas
Nem tu nem eu.
Tu não te safas porque hoje é escusado pensares que elas vão para a discoteca enquanto eles ficam em casa a ver a bola. É cedo demais para isso.
Eu não me safo porque já não trago no bolso a chave da casa grande.
Não adianta fazeres a tua ronda, da forma como me disseste que a fazias. Vais encontrar tudo deserto.
Eu já levo umas horas de atraso para cumprir o tal programa de que não te falei.
Quando começasse o jogo, já eu teria que ter passado a ponte Vasco da Gama rumo a sul, ao dealbar do dia. Depois de uma noite atribulada, sim.
Provavelmente, ter-te-ia encontrado para um café das seis e tal da manhã, lá no sítio do costume. Apresentava-te a moça.
A esta hora, apenas um carro estacionado junto à janela do escritório trairia o meu esconderijo. Preguiça de abrir a porta da garagem.
Como sabes, a televisão lá de casa há muito que não funcionava.
Assim pela tardinha, mais à fresca, lá iria eu passar pelo monte, sem parar claro, e adivinha onde seria o jantar.
É verdade, já fechou.
Mas nesse dia, tinha pouca clientela. Final do Campeonato do Mundo.
Confesso que não vi.
Estava calor. Muito calor.
Soube depois que o resultado não nos tinha sido favorável. O da bola, claro.
No meio disto tudo, lembro-me de um rato a espreitar de dentro de uma caixa de lata. Vê lá tu.


por MCV às 16:25
endereço

2 comentários:
De Anónimo a 4 de Julho de 2004 às 18:33
Calma. Quem não se safa sou eu e o meu velho amigo. Já tivemos as nossas oportunidades de golo.
E que a moça era e é bela, ah isso é. Abraço.Manuel
(http://gasolim.blogs.sapo.pt/)
(mailto:gasolim@hotmail.com)


De Anónimo a 4 de Julho de 2004 às 17:11
Bela moça, essa que te fazia perder a final do campeonato.
Bom... amanhã te direi, se és um fraco agourento ou um grande bruxo.aq
(http://www.dizertudocomoosmalucos.blogspot.com)
(mailto:aaqq@iol.pt)


Comentar post

ANO XIV


EDITORIAL
. Posts recentes

A transitar, em 2016

Memória telúrica

Portugal, 2013...

Vila Nova de Milfontes...

E.N. 268, 1988

Lisboa, 2007

Tudo a zeros

E.N. 3-13, 2013

Sintra, 2012

E.N. 10, 2007

. Arquivos
. Links