Quarta-feira, 31 de Março de 2004
Outras descrenças
Elaborar uma mentira de 1 de Abril que tenha tanto sucesso como a célebre praga (ou nuvem) de pirilampos não seria muito difícil.
Apesar da generalizada descrença, há sempre pontos fracos que se podem explorar.
Com a dependência informativa de telejornais, rádios e imprensa propriamente dita levada a níveis nunca antes experimentados, uma concordância entre estes num terreno propício a logros, levaria decerto a resultados surpreendentes.
Num plano diferente, e guardadas as distâncias, tomemos o exemplo da onda gigante que se aproximava da costa algarvia naquele dia de Agosto de 1999.
Independentemente da justeza da decisão das autoridades de mandar evacuar as zonas costeiras, há que reter que a inverosimilhança do fenómeno (ainda que possível) não deixou de influenciar multidões, ao que me disseram e ao que se viu e ouviu nos noticiários da época.
Talvez que a data de 1 de Abril já seja demasiado óbvia para pôr em campo um dispositivo de engano. Mas que precisávamos de um estímulo parvo qualquer que nos animasse e nos fizesse sorrir, nem que fosse o sorriso amarelo do desengano, não tenho grandes dúvidas.


por MCV às 23:58
endereço

2 comentários:
De Anónimo a 1 de Abril de 2004 às 16:20
E que eu tenha conhecimento, nunca se chegou a saber a que tipo de fenómeno se deveu tal coisa.
A ser verdade que houve tripulações de aviões que também relataram o avistamento, não se tratava apenas de uma ilusão óptica em plano rasante ao mar.
Manuel
</a>
(mailto:gasolim@hotmail.com)


De Anónimo a 1 de Abril de 2004 às 09:50
Amigo Manuel
Não me fales da onda gigante que eu fui um dos que teve de sair da praia à pressa.FV
(http://www.almariado.blogspot.com)
(mailto:fernando.viegas@clix.pt)


Comentar post

ANO XIV


EDITORIAL
. Posts recentes

Vila Nova, 201...

Cascais, 2017

Portugal, toponímia, 2...

Portugal, 2007

Ramal de Cáceres, 2011...

...

E.E.N.N. 263/389, 2007...

Belver, 2014

Lisboa, 2008

Aveiro, 2013

. Arquivos
. Links