Sábado, 27 de Agosto de 2005
Os dias zero
Não tenho a certeza absoluta de que fosse zero o nome que eu implicitamente dava aos dias em que se suspendiam as férias.
Sequer a tenho sobre se baptizava ou não estes dias. O que sei é que os catalogava. Que os tomava como dias desperdiçados.
E o suspender as férias era ir a casa. À vila. Ao monte. Suprema heresia, voltar à cidade.
Não. A praia era para aproveitar da primeira à última hora.
Não haveria razão neste mundo que justificasse uma noite sem ouvir o mar, uma manhã sem ir a banhos.
Uma destas noites, dei-me conta de que andava a deambular pelo interior do país em pleno Agosto. Coisa impensável. Imaginava a minha tribo nas boîtes e eu ali, à procura de uma certa ponte.
Passou-se - dizem eles. Diriam, se estivessem nas tais boîtes. Talvez quem esteja sejam os moços.
Nesses tempos, algum de nós imaginaria os Beach Boys no Crato?



Ainda os lá vou ver. Eu que gosto do Crato e dos de lá.
Será um dia zero, esse?


por MCV às 20:24
endereço

4 comentários:
De Anónimo a 28 de Agosto de 2005 às 12:47
Já estão abertas? Abraço
Manuel
</a>
(mailto:gasolim@hotmail.com)


De Anónimo a 28 de Agosto de 2005 às 12:46
Nem o Crato nem os Beach Boys são os dessa época... :)
AbraçoManuel
</a>
(mailto:gasolim@hotmail.com)


De Anónimo a 27 de Agosto de 2005 às 23:24
Já comprei três garrafas em Évora. E agora, que faço? Abrs. ordisi raluz
(http:\\ordisiraluz.zip.net)
(mailto:ordisi@uol.com.br)


De Anónimo a 27 de Agosto de 2005 às 21:36
Quando há dias ouvi esse anúncio na telefonia do carro, comentei o facto exactamente dessa forma com a sra. D. Mª Luísa. As voltas que o Mundo dá. Cumpts.Bic Laranja
(http://biclaranja.blogs.sapo.pt)
(mailto:biclaranja@sapo.pt)


Comentar post

ANO XV


EDITORIAL
. Posts recentes

Mourão, 2017

Albufeira de A...

Restos de colecção (82...

Fátima e o resto

Portugal, 2009

Rio Mira, 1988...

Alvor, 1989

São Salvador do Mundo,...

Janas, 2006

Portugal, 2008

. Arquivos
. Links