Quarta-feira, 3 de Maio de 2017
Cavalgamos o nu


Com certeza que sim.
Que cavalgamos o nu.
O nu, que nos olha com olhar nu e nada de nós quer saber.
O nu, que não refracta a imagem do mundo, que nu é.
O nu, que ainda que se atravesse, é nada.
O nu.
Cavalgamos o nu.



por MCV às 21:27
endereço

ANO XV


EDITORIAL
. Posts recentes

Póvoa de Varzim, ...

Portugal, 2008

Um caso clássi...

Memorandum

Portugal, 2006

Vila Franca de Xira, 2...

Portagem, 2011

Foz Tua, 2016

Portugal, 2017

E.N. 246-1, 2011

. Arquivos
. Links