Sexta-feira, 5 de Abril de 2024
Ventura e companhia

Já aqui o disse: Ventura é muitíssimo sobrevalorizado intelectualmente tanto por aqueles que mostram por ele alguma admiração, o que seria natural, como pelos que dele dizem cobras e lagartos mas lhe dão demasiada ponderação e ainda pelos que se dizem isentos mas não cessam de lhe dar importância.
O Chega, agregação de filiados à volta de tal figura, aparenta ter chegado à sua maior inflação. Creio que daqui em diante o balão tenderá a esvaziar-se. Afinal trata-se de um balão cheio de nada que serviu de veículo a um sector do eleitorado farto de muita coisa, farto do politicamente correcto, farto da falta de autoridade do Estado, farto dos videirinhos jotistas, farto de gente incompetente, farto do facilitismo, farto da impunidade e do excesso de tolerância, farto.
Não explico definitivamente a ascensão do Chega, coisa para a qual já ouvi e li milhentas teorias, antes incluo nos seus eleitores estes grupos de descontentes com o estado das coisas. Algum peso hão-de ter tido em tal fenómeno.



por MCV às 14:57
endereço | comentar

8 comentários:
De Manfred a 7 de Abril de 2024 às 13:19
Concordo. O ventura nao passa de um vendedor de enciclopedias. O que dizer de quem votam nele ...


De heroi do mar a 7 de Abril de 2024 às 15:07
Estou desolado. Hoje ninguém fala dos lampiões.


De José Costa a 7 de Abril de 2024 às 22:35
Concordo com a leitura que faz do chega e do seu líder, embora pense que o balão já começou a esvaziar


De s o s a 7 de Abril de 2024 às 22:43
pois, diz bem é um misterio .
A primeira coisa que digo é que concordo com o seu raciocino que diz que inchou e agora resta desinchar.
Acontece que achei anteriormente que já tinha inchado o possivel e foi agora o que se viu . Sendo que o psd continua grande, nao foi esvaziado.


De Anónimo a 8 de Abril de 2024 às 00:48
nao sei quem é, mas vi agora numa conta, possivelmente é comentador de televisao :
....
"Numa decada, o chega será, possivelmnte. o maior partido em portugal. O psd vai acabar", nuno palma . insta


De Anónimo a 8 de Abril de 2024 às 03:36
Pois!
Pois!
Os cães ladram ... e a caravana passa.
Quando se deu o 25 de abril de 1974, eu era um dos MILICIANOS que estava em Angola a cumprir serviço militar, conheci muito bem a situação daquele tempo - a passagem de toda a chicalhada a democratas,,
O 25 de Abril foi feito pelos "chicalhões" que embora escolhessem a carreira militar não queriam fazer mais comissões no Ultramar; é pá, aquilo era mesmo duro: dois anos lá, dois anos cá, a família longe, os putos Milicianos a terem os mesmos direitos ... e eles que passaram cinco anos nas academias.
O populaça junta-se aos "heróis" e eles ficam todos inchados e.passam a heróis, já o mesmo aconteceu em 1383/1385.
Faço uma proposta - que a democracia chegue: a primeira coisa votações secretas na Assembleia da República, aquilo de braço no ar já lá vai; o que interessa verdadeiramente é o país e não o partido.
ASSIM PODE SER QUE O 25 DE ABRIL DE 1974 AINDA VALHA A PENA.

Disse


De Anónimo a 8 de Abril de 2024 às 03:41
Não mamaste na vaquinha, v[e-se mesmo, também querias?
Isto é para nós.
Estás aqui a mais.
Arreda.


De Anónimo a 8 de Abril de 2024 às 09:58
Coitados...


Comentar post

ANO XXI
. Posts recentes

No país dos mentecaptos

Tributo

Portugal, 2017

Godard

Na linha directa

Sines, 1995

Coisas que não interessam...

Covid-19

Rebanho

O discurso de ódio

. Arquivos
. Links